terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Feliz Ano Novo!

Quais são seus planos para o ano novo? Que sonhos você buscará realizar em 2009? Está disposto a se esforçar mais ainda, a fim de alcançar seus objetivos no ano que está chegando? Em quem você deposita suas esperanças de conquistas no novo ano?
Quando ansiamos realizar muitas coisas no ano que se inicia corremos o risco de chegar no final do ano, talvez com as mesmas frustrações, decepções e até desânimo, porque buscamos os nossos interesses e confiamos em nossa força. Elaboramos planos, fazemos promessas, queremos fazer uma porção de coisas, mas acabamos não realizando quase nada do que pensamos em fazer no início do ano. 
Tudo isso acontece, porque não buscamos encher o nosso coração da Graça de Cristo, nem depositamos nossa esperança Nele. Falta-nos confiança. Os planos são nossos, mas o realizar é de Deus em nós, quando vivemos na dependência Dele. Quando confiamos em Deus que nos dará um ano novo abençoado de lutas, desafios e tribulações, mas de vitórias e conquistas, isso faz o nosso coração se alegrar no Senhor e sentimos a Sua bendita paz invadir o nosso ser.
É preciso tornar a presença de Cristo em nossa vida uma realidade constante dia-a-dia durante todo o tempo da nossa existência.
Falta confiança, falta fé que Jesus tem cuidado de nós e cuidará desde o início do ano até o final e qualquer que seja as vitórias e conquistas, a Glória, a Honra e o Louvor pertencem a Deus, porque Ele disse: sem mim nada podes fazer.
Assim, deleite-se na presença de Deus, o Todo Poderoso e desfrute das bênçãos que Ele tem prometido para aqueles que o amam de todo coração e obedecem a sua palavra.
Feliz Ano Novo e até 2009.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

As muralhas de 2009

O ano de 2008 está terminando, quais são as muralhas que você precisa derrubar em 2009? As muralhas eram o grande empecilho que os hebreus tentaram superar sob a liderança de Josué para conquistar a cidade de Jericó. Mas, nesse episódio histórico, Israel precisou rodear as muralhas para, finalmente, conquistá-la. 
O que aconteceu nessa história se assemelha a algo que nos incomoda, algum problema, dificuldades, barreiras, enfermidades e outras coisas que estão impedindo de alcançarmos a bênção de Deus. Talvez, seja necessário, de modo simbólico, estudar o problema, rodear, cercá-lo como fez Josué. O que será rodear as muralhas de hoje para sermos vencedores em 2009?
1. Rodear a muralha é reconhecer a existência de um obstáculo que lhe impede de conquistar a bênção. Não se engane, o problema é real e precisa ser superado. Comece a rodeá-lo, não fuja do desafio que está a sua frente. Analise o problema, tome uma atitude de vencedor e confie em Deus.
2. Rodear a muralha é reconhecer que sempre há um preço a pagar. É preciso esforço, trabalho, determinação, perseverança. Nada se conquista sem pagar esse preço. 
3. Rodear a muralhar significa obediência a Palavra de Deus. É reconhecer que Deus  está no controle e devemos depender da sua Graça. É preciso fazer a nossa parte e obedecer a Deus para a bênção recebermos.
4. Rodear a muralha significa está focado na bênção e não desistir. Você não precisa entender as circunstância, você precisa crê e lutar. A bênção chegará e você derrubará as muralhas.
Vá nessa força e vença todas as muralhas que se mostrarem para você em 2009. 

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Um mundo de problemas e 2009?

Passou-se o natal, ano novo se aproxima. O que se espera para 2009? As circunstâncias desse momento apontam para dias difíceis: guerras, falta de perspectivas para muitos, desemprego, fome, violência, corrupção, poder do narcotráfico, ausência cada vez maior de valores na sociedade. Parece uma expectativa muito pessimista para o ano novo, no entanto, ressalto que convivemos no dia-a-dia com todas essas tragédias adicionadas ao desequilíbrio da natureza reforçada pelas secas, enchentes e outras calamidades de grande proporção.
Então, surge entre os céticos, a seguinte pergunta: se Deus existe por que há tanto mal no mundo?Por que há tantas coisas ruins, tanto caos e perversidade?  No mundo há coisas boas e coisas más, sempre foi assim. Entra ano, sai ano e renovamos as esperanças, mas não devemos nos iludir com frases banais e desejos de feliz ano novo, por que essa realidade sem a presença de Deus não muda. Todavia, Deus está no controle de todas as coisas, Ele está presente no sofrimento humano para reverter o mal em bem. Não importa tentar explicar o mal que aflige a humanidade, mas é preciso ter a consciência de que a cruz de Cristo já estabeleceu um limite nesta espiral do mal, ou seja, acreditar que o mundo é mal e não tem jeito logo, não adianta crer em Deus. Naturalmente, quanto mais a humanidade despreza Deus, os anos vindouros continuarão sendo maus e o mundo fica pior.
Todavia, esse cenário pode ser transformado quando homens e mulheres abrem seus corações a Deus e passam a ter uma vida na unção do Espírito Santo, com santidade e a serviço do reino de Deus, através da prática do amor, da bondade, da sabedoria e misericórdia, exercendo sua vocação nas obras da justiça. 
Portanto, aqueles que resistem ao mal praticando o bem são os vencedores dessa batalha contra os problemas do mundo mal. Que venha 2009, estamos preparados para enfrentarmos o desafio de fazermos o mundo melhor com a Graça de Deus.  

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Natal da Graça

                    
   
Hoje comemoramos o natal que é mais do que uma festa de confraternização, seja familiar ou entre amigos. O nascimento de Jesus é um momento de reflexão sobre a nossa vida. O que representa de fato esse nascimento (natal) para mim? Devemos ser gratos a Deus por tão grande e incomparável Graça que Ele nos concedeu, presenteando a humanidade com seu filho, Jesus.
Assim, devemos ser gratos a Deus, entre outras coisas:
  • Pelo dom da vida.
  • Pela salvação.
  • Pela formação educacional.
  • Pela igreja.
  • Pelos amigos e pessoas marcantes.
  • Pelas orações respondidas.
  • Pelo calor e aconchego de nossa casa.
  • Pela saúde.
  • Pelo trabalho.
  • Pelo alívio diante de uma crise.
  • Pelo pagamento das contas no fim do mês.
  • Por abraçar um filho.
  • Por segurar na mão da pessoa amada.
  • Pelo nascer do sol.
  • Pela sabedoria adquirida ao longo da vida.
  • Por uma melodia que toca a alma.

Natal, é tempo de gratidão, celebração e descanso.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Então, é Natal!


















Então, é Natal! Esse é um momento especial que retrata o nascimento do personagem mais importante da humanidade. A criança Jesus, o Filho de Deus, que veio ao mundo para revelar o amor de Deus aos homens. 
É um momento muito especial na vida das pessoas, na qual podemos refletir sobre os verdadeiros amigos e perdoar aqueles que nos magoam.
Natal é família, é relacionamentos que se entrelaçam de afeto e carinho. É momento de confraternização e festa. Mas, não devemos esquecer que natal é nascimento de Jesus em nossos corações. E quando isso acontece nos enchemos do seu amor e de sua paz. Recebemos de Deus a vida abundante prometida a todo aquele que crê em Jesus, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.
Então, é natal! É Jesus nascendo nos corações dos homens. Deixemos Jesus nascer e permita que Ele faça uma obra de restauração em sua vida e você experimentará o verdadeiro natal.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Milagres com propósito

Jesus quando aqui esteve fez diversos milagres, curas, ressurreição, multiplicação de pães, transformou água em vinho, entre outras. Mas, qual era o propósito de seus milagres?
1. Autenticar a mensagem do evangelho - essa é a marca do ministério de Jesus, pois o que Ele fez ninguém foi capaz de fazer. Os milagres evidenciavam que Deus está verdadeiramente em ação e, portanto, favorecia a pregação do evangelho. Portanto, quando fatos miraculosos aconteciam muitas pessoas se convertiam, ou seja, criam em Jesus.
2. Dar testemunho da vinda do Reino de Deus - os milagres realizados por Jesus revelavam as características do Reino de Deus e anunciavam uma nova vida de amor, paz e adoração a Deus em espírito e verdade.
3. Ajudar os necessitados - os milagres de Jesus demonstram a sua compaixão pelos necessitados e por todos aqueles que lhe procurava, confirmado em suas palavras "vinde a mim, os cansados e sobrecarregados e Eu vos aliviarei". Ele é o alívio do cansado, é a cura do enfermo. Ainda hoje, Ele faz milagres para ajudar todo aquele que necessita e o busca com fé.
4. Dar glória a Deus - tudo que Jesus realizou foi para manifestar a glória de Deus. Ele assim o fez para nos ensinar a darmos Glória a Deus pelas constantes bênçãos que recebemos diariamente. Portanto, os milagres de Jesus não foram apenas fatos pontuais da história cristã, eles tiveram propósitos claramente definidos por Deus para o cumprimento do ministério de evangelização de Jesus Cristo.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Saiba ouvir

Você sabe ouvir as pessoas quando elas falam contigo? Saber ouvir, não é apenas ficar calado, enquanto o outro fala conosco, é muito mais do isso. Saber ouvir requer silêncio com atenção e humildade para captar o que a outra pessoa está nos dizendo. Na vida, assim como no ambiente de trabalho, ouvir é imprescindível para o sucesso nos relacionamentos em todos os sentidos, inclusive no mercado de trabalho e em nossa sociedade. Na verdade, ouvir é essencial para qualquer relacionamento social, porque as pessoas sentem necessidade cada vez maior de serem ouvidas.
Portanto, precisamos ouvir mais e  melhor as pessoas, isso pode nos ajudar não só no trabalho, mas também em tudo o que nos rodeiam. Assim sendo, como podemos melhorar nossa capacidade de ouvir as pessoas? Eis algumas dicas:
1) Seja receptivo - deixe seu corpo e mente abertos e soltos as solicitudes das pessoas. Dê-lhes atenção.
2) Relaxe e apenas ouça o que a pessoa tem a dizer.
3) Exercite a empatia procurando entender o que a outra pessoa tem a dizer e como ela se sente.
4) Sintonize suas atenções na pessoa que está falando.
Essa dicas podem ajudar a compreender a necessidade de ouvir mais e falar menos. Se assim agirmos estamos criando laços profundos de relacionamentos que contribuirão para a construção de uma amizade longa e leal, na relação cliente-vendedor, nas relações afetivas e familiares, entre outras. Para isso, é necessário ouvir, ouvir cada cliente, cada pessoa, cada contato. Elas vão expressar suas necessidades  que poderão ser fundamentais para a realização de grandes negócios. Sem ouvir, sem empatia, qualquer empresa ou pessoa não consegue o sucesso.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Amor pelo Evangelho

Na epístola que o apóstolo Paulo escreveu aos Romanos encontramos a expressão, “porque não me envergonho do evangelho” Rm 1:16. O apóstolo tinha consciência de suas convicções de fé e espiritualidade, estava determinado a anunciar o evangelho aos gentios até mesmo em Roma, a fim de cumprir o “Ide” ordenado por Jesus em Marcos 16:15.

O exemplo paulino é algo admirável que deve ser imitado por todos nós que dizemos ser cristãos. Mas, será que temos essa disposição de anunciar o evangelho? Será que realmente temos a determinação de viver o evangelho em nossa vida e de pregá-lo?  Ou somos apenas mais um religioso que cumpre os rituais rotineiros da religião?

Quando morremos para o mundo nascemos para Deus, o apóstolo Paulo no caminho de Damasco experimentou algo que mudaria totalmente a sua vida. A partir daquele momento ele não foi mais o mesmo. De perseguidor dos cristãos passou a ser perseguido e ainda mais, não se envergonhava de anunciar o evangelho porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê (Rm 1:16).

O evangelho tem poder para libertar o homem do pecado e transformar sua vida. Torná-lo nova criatura. É o nascer de novo que Nicodemos naquela oportunidade que teve de conversar com Jesus não compreendera (Jo 3:3).

Não se envergonhar do evangelho é vivê-lo no seu dia-a-dia em obediência aos ensinamentos de Jesus Cristo. O testemunho verdadeiro de quem serve a Deus está integrado a uma vida de fé e oração que nos fazem destemidos e audaciosos para assumir nossas convicções sem temer o que poderá acontecer conosco. O importante é anunciar o evangelho.

Vivamos o evangelho com constância de propósito, todos os dias de nossas vidas, tenhamos essa determinação em nosso coração de sermos anunciadores do evangelho pregando a palavra e vivendo a palavra. Sejamos sem vergonhas quando se tratar de falar do evangelho de Deus para todas as pessoas, porque suas palavras fundamentadas no evangelho têm poder para salvar vidas de um mundo que jaz no maligno.

Assuma essa atitude diante de Deus e seja testemunha do evangelho que mudou sua vida. Alegre-se no Senhor e anuncie sua palavra, porque isso é o mínimo que podemos fazer por um Deus que vez e faz tudo por nós. 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Vencendo o mundo

Vencer, conquistar, superar limites, alcançar o alvo desejado, ser campeão na vida é o que todos nós aspiramos. Mas, quem é o que vence o mundo? A Bíblia nos ensina que aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus esse é um vencedor (1Jo 5:5). Então, aqueles que não crêem são derrotados ou vencidos pelo mundo. Essa dedução é coerente? Sim, pelas seguintes razões:
1. Os que crêem em Jesus Cristo têm suas vidas redimidas, ou seja, tornaram-se novas criaturas, nasceram de novo, deixaram a velha maneira errada de viver. Passam por lutas, dificuldades, mas confiam e esperam em Deus que lhes garante a vitória. Foi assim que aconteceu com Moisés, Davi, Paulo e tantos outros. Em Cristo somos mais que vencedores, porque temos a certeza, a convicção, de que essa vida é efémera e uma vida abundante nos espera no reino de Deus.
2. Os que não crêem em Jesus Cristo não têm esperanças, pois a visão de mundo deles é limitado na efemeridade dessa vida, por causa disso, buscam desesperadamente gozar os prazeres que o mundo oferece, tornando-se inimigos de Deus pela rebeldia e desprezo.
Portanto, os vencedores do mundo são aqueles que sabem dizer NÃO a tudo aquilo que possa provocar distanciamento da presença de Deus. São determinados a não se contaminar com os manjares que mundo corrupto e perverso oferece.  Seja um vencedor, creia em Jesus Cristo e conquistarás a vida abundante.   

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Vencendo o inimigo

Na carta do apóstolo Paulo aos Efésios, há uma recomendação que não devemos esquecer, embora muitas vezes nos esquecemos.
Encontra-se no capítulo 4, versículo 27:
"não deis lugar ao diabo".
Mas, o que significa essa expressão? Sabe-se que o diabo representa tudo que mal, a mentira, a inveja, o pecado, ou seja, tudo aquilo que aborrece a Deus é liderado por ele e, as vezes, os seres humanos permitem que tais coisas dominem suas mentes e suas atitudes. Então, porque não devemos dar lugar em nossa mente para tais pensamentos maus?
1. Porque ele seduz a mente do cristão para o pecado. Em outras palavras, há uma incitabilidade que influenciada pelo nossos desejos, nos levam a desobediência e o pecado.
2. Ele é nosso acusador, fazendo com que a consciência do indivíduo fique lhe culpando, acusando-o do que praticou. Tal acusação é para a perdição e a morte. Essa é uma das razões porque tanta gente comete o suidício. Ele é sagaz e está no mundo para matar e destruir os seres humanos. Esse é seu papel.
3. Ele engana as pessoas. Essa é sua especialidade, enganar, mentir, porque é pai da mentira. Ele enche os nossos olhos de cobiça e desperta desejos em nossa mente, simplesmente, para nos enganar e destruir a nossa felicidade e equilíbrio. Ele é vil enganador.
4. Ele cega o entendimento das pessoas, de forma que o indivíduo sabe que está errado, mas não compreende seu erro, nem demonstra força para se libertar do engodo e do abismo em que está caindo para a destruição.
Poderia mencionar muitas outras coisas pelo qual não devemos dar lugar ao diabo, todavia, estas servem para nos alertar e termos cuidado com a nossa vida espiritual e não permitirmos que o inimigo encontre uma brecha para nos destruir.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Cuidado com os olhos

Jesus nos ensinou que devemos ter cuidados com os nossos olhos. Ele disse que os olhos são as candeias do corpo, de forma que se os olhos forem bons, todo o corpo terá luz, todavia, se forem maus o corpo estará em trevas ou escuridão (Mt 6:22-23).
Portanto, temos uma necessidade premente de zelar pelos olhos, porque corremos perigo se descuidarmos deles. Vejamos alguns desses perigosos descuidos que podem nos conduzir ao perigo:
a) Olhar para o que agrada o nosso coração (desejos) e podem nos levar ao pecado.
b) Olhar apenas a aparência exterior, uma bela mulher ou belo homem, colírio para os olhos que pode cegar ao ponto de não enxergarmos o que realmente é importante, o seu interior (as virtudes do amor, do perdão, da ética, da moral, da educação, da sabedoria, da inteligência, etc., etc.).
c) Olhar com interesse nos bens materiais podem trazer prejuízos.
d) Olhar para o que Deus proibi em sua palavra, pode despertar à cobiça e, consequentemente, a desobediência resultando no pecado.
e) Olhar apenas para a nossa fraqueza, nossa fragilidade, isso pode nos levar a derrota.
Então, para onde devemos olhar? Olhar para Deus. Ele disse: "Olhai para mim" Is 45:22 Porque devemos olhar para Jesus: porque Ele é o consumador da nossa fé, Ele nos fortalece e supre as nossas necessidades. O Senhor tem todo o poder, não há Deus como o nosso Deus que se agrada daqueles que o buscam de todo o coração.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Crise? Que crise?

A palavra que mais escuta na mídia e no meio empresarial é "crise financeira". Parece uma obsseção, algo que está causando desconforto entre as pessoas. É verdade que o mundo está passando por momentos difíceis, os países da Europa, Ásia, Estados Unidos e todo o continente americano vivem expectativas e os profetas do caos se aproveitam para fazer suas previsões futurísticas. 
A onda da crise que começou como uma morola está tomando rumos de tsunami arrastando várias economias para a recessão, inclusive os Estados Unidos, onde tudo começou, através do boom no setor imobiliário e dos grandes empréstimos sem capacidade de quitação por parte dos devedores. Não há dúvidas, que o momento é de cautela, porque a situação econômica tomará rumos ainda desconhecidos até encontrar o caminho da recuperação.
Para se ter uma idéia, apenas nos Estados Unidos cerca de dez bancos foram fechados em 2008 e muitos enfrentam problemas de caixa e várias empresas  estão falência, principalmente, as do setor imobiliário. Então, o que fazer diante de acontecimentos que já estão afetando o cidadão brasileiro, o trabalhador?
Manter o bom senso, não gastar exageradamente, para não se endividar, mas também não deixar de consumir. O momento é de novas oportunidades quem for criativo, inovador terá chances de fazer bons negócios. Tudo nessa vida é passageiro, a tal crise vai passar como uma onda que vem e que vai renovando esperanças em dias melhores.

domingo, 30 de novembro de 2008

Seu nome é Jesus

O nome de Jesus está acima de todo o nome. Na Bíblia há vários significados que representam o nome de Jesus, por exemplo: Emanuel, Maravilhoso, Conselheiro, Pai da eternidade, Príncipe da Paz, o Cordeiro de Deus, o Pastor, a Raiz de Davi, o Alfa e o Ômega, o Autor e Consumador da nossa fé, Deus forte, Autor da vida, Senhor dos Senhores, o Todo-Poderoso, Leão da tribo de Judá, Verbo da vida, o Advogado, o Caminho, a Verdade e a Vida, Eu Sou, Filho de Deus, o Sol nascente, Messias, Salvador, a Pedra angular, Rei dos Reis, a Luz do mundo, Reto Juiz, a Brilhante estrela da manhã, Sol da Justiça, Supremo Pastor, a Ressurreição e a vida, o Filho do Homem, a Porta, Guia, o Cristo, Santo,  a Videira verdadeira, o anjo do Senhor, Juiz de toda a Terra, o Teu Galardão, o Teu Escudo, Socorro bem presente nas tribulações, Rei de toda a Terra, Nosso refúgio e fortaleza, Homem de dores, o Justo, Redentor, Compassivo, Ungido, a Sombra do Onipotente, a Rosa de Saron, o Lírio dos Vales, Senhor dos Exércitos, o Sol da Justiça, o Noivo, Servo, Mestre, o Carpinteiro, Filho do Deus Altíssimo, Médico, Amigo de publicanos e pecadores, o Pão da vida, Profeta, o Criador, o Libertador, Redenção, o Senhor da Glória, o Último Adão, Cabeça sobre todas as coisas, a Imagem do Deus invisível, a Esperança da Glória, Fiel, Senhor da Paz, Deus Único, Rei Eterno, Sumo Sacerdote, Mediador, o Justo, o Verbo da vida, Primogenito dos mortos, o Princípio da criação de Deus, o Verbo de Deus, Digno, o Nome que está acima de todo nome, Amém.   

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Renunciar

Na vida cristã é preciso, muitas vezes, renunciar por amor ao evangelho. Renunciar é deixar voluntariamente de possuir ou de usar algo, abrir mão, abdicar. Biblicamente renunciar significa obedecer sem objeções. Jesus nos ensinou que deveríamos deixar pai e mãe e seguí-lo, em outras palavras, renunciar as coisas pelas quais consideramos valiosas. Mas, o que devo renunciar?
a) A minha vontade, os meus desejos e as minhas inclinações para o pecado. Isso não é tarefa fácil. É uma luta constante entre a nossa natureza humana e a natureza espiritual que recebemos quando nos entregamos a Cristo.  "Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis" Gl 5:17. Portanto, devemos renunciar a nossa natureza humana e deixar fluir em nós a presença do Espírito Santo que transforma nossa mente, semelhante a mente de Cristo. Se vivemos em Cristo, devemos andar como Cristo andou.
b) A vida egocêntrica. É necessário compreender que o mundo a sua volta não existe por causa de você. Nem todos estão prontos para serví-lo. Os egocêntricos são egoístas e só pensam nele mesmo, em seu bem estar. No reino de Deus, não há lugar para pessoas assim. Disse Jesus: "Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me" Mt 16:24. O negue-se, significa, renuncie a sua vontade e siga a Cristo.
c) As posições sociais e privilégios. A ostentação, o luxo, as honrarias do meio social não devem fazer parte daqueles que optaram em seguir a Cristo. Tudo isso que para muitos constituem prestígio, valor, poder, reconhecimento da sociedade devem ser considerado refugo, algo que não tem importância vital, mas sim, o conhecer a Cristo e o poder da sua ressurreição, esqueçamos dessas coisas e sigamos para alcançar o alvo da nossa vocação celestial.
Portanto, concluímos com as palavras de Jesus: "Assim pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo" Lc 14:33.  

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Chefe cruel, funcionários doentes

Pesquisa realizada pela equipe do Instituto Karolinska  e da Universidade de Estocolmo, na Suécia, com cerca de 3 mil funcionários constatou a relação entre gestores arbitrários e insensíveis e os riscos de saúde nos empregados.
O estudo sugere que há uma forte ligação entre maus gestores e os distúrbios cardíacos e ataques do coração entre os empregados que vivem expostos a um elevado nível de estresse no ambiente de trabalho.
Foram identificados 74 casos fatais e não-fatais de problemas cardíacos. A pesquisa revelou ainda que quanto mais tempo o indivíduo trabalha com um gerente cruel, maiores são as ameaças à saúde. Naturalmente, quanto menos tempo se convive com mau gestores o risco de adoecer também diminui.
Pode-se perceber que o estresse no ambiente de trabalho, associado a falta de apoio, a pouca valorização colaboram para o surgimento de males cardíacos. Portanto, esse estudo revela um quadro preocupante que deve ser avaliado pelas empresas e organizações públicas, no sentido de tomar medidas para melhorar o desempenho e o relacionamento dos gestores com seus subordinados, a fim de minimizar a possibilidade de problemas de saúde que direta e indiretamente, influencia o ambiente corporativo.
Esse estudo foi divulgado no site http://www.joem.org/pt/re/joem/  Occupational and Environmental Medicine.

sábado, 22 de novembro de 2008

Ande na presença de Deus

Você anda na presença de Deus? Os filhos de Deus não podem viver ou fazer qualquer outra coisa, sem a presença de Deus. Jesus disse que estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos. Ele também disse que deixaria o Consolador, o Espírito Santo. De forma que podemos ter a certeza de que Ele está presente em nossas vidas. Mas, porque temos tanta certeza dessa afirmação? Por várias razões, das quais apontaremos apenas três:
1 - A presença de Deus em nossa vida nos traz vitórias. Em Cristo Jesus somos mais que vencedores. Com Deus a vitória é certa, mesmo que estejamos numa posição muito difícil, Ele é o Deus do impossível, se Ele quer agir a seu favor quem o impedirá. Dez mil cairão a sua direita, mas você não será abalado, porque o Senhor é contigo e te dará a vitória.
2 - A presença de Deus nos fortalece. Se tenho a certeza de que Deus é comigo, que Ele não desistiu de mim, mas é o meu ajudar, porque desanimar, pelo contrário a alegria do Senhor é a minha força. Ele renova as nossas forças, lutaremos e não cansaremos, porque o Senhor mim fortalece, portanto, tenha bom ânimo, seja forte e corajoso, ande na presença do Senhor.
3 - A presença de Deus nos traz descanso. Fica claro que aquele que anda na presença de Deus tem sua confiança depositada Nele, reconhece seus limites e sabe que pode esperar em Deus que moverá montanhas para cumprir seus propósitos em minha vida, por isso podemos descansar, sentir a paz do Senhor no coração, porque Ele cuida de nós e pelejará por nós. Aliás, Deus trabalha por aqueles que Nele esperam. Nunca se viu, nem existiu um Deus que ama incondicionalmente o homem.
Andemos na presença de Deus durante toda a nossa existência, porque sem Deus na direção de nossa vida, nada podemos fazer.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Cassado o governador dos Paraibanos

A Paraíba está perplexa com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que na noite desta quinta-feira(20/11) deliberou pela cassação do mandato do governador Cássio Cunha Lima. O atual governador foi acusado de abuso de poder econômico e político na última eleição realizada em 2006. A corrupção, motivo de todo esse processo, alcançou a cifra de R$ 3,5 milhões, distribuídos em mais de 35 mil cheques aos eleitores do Estado.
Trata-se do segundo julgamento, pois ele já havia sido julgado e cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Mas, esse julgamento foi surpreendente pela agilidade e resultado alcançado. Foram sete votos a favor do relator que não aceitou o recurso apresentado pelo governador.
Após a publicação no diário da justiça deverá tomar posse o segundo colocado na eleição de 2006, o senador José Maranhão que terá uma tarefa nada fácil para administrar, a partir dos problemas internos do Estado que está lerdo até os efeitos da crise econômica mundial que atingiu o Brasil com muita força, embora o Presidente da República não reconheça publicamente, mas já estamos sentindo em nosso dia-a-dia.
O fato é que teremos o ano de 2009 muito difícil para os paraibanos e para os brasileiros de um modo geral. Será preciso agir com cautela quanto ao consumo e trabalhar muito para ajudar o Brasil a superar essa fase difícil.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Diplomado

O que garante o crescimento profissional? Será um diploma de graduação? O mundo corporativo valoriza prioritariamente o portador de curso superior? Obter um diploma de graduação é muito importante, não importa a formação escolhida, mas o diploma em si, não é o bastante.
Além da formação acadêmica as organizações valorizam outros atributos que associados ao conhecimento técnico permitem o crescimento profissional. Que qualidades nos capacita e são desejáveis as empresas?
  • Capacidade de liderança - aplicação dos conhecimentos técnicos associados a capacidade de influenciar as pessoas, conduzi-las para alcançar os objetivos organizacionais.
  • Capacidade de trabalhar em equipe - os cursos de graduação não preparam as pessoas para os relacionamentos no ambiente de trabalho. Na organização faz-se necessário dividir tarefas, cooperar uns com os outros, ser solidário e trabalhar junto em função de objetivos coletivos.
  • Capacidade de motivação - a motivação é a força que dar ânimo para a realização de qualquer atividade. Pessoas motivadas encaram desafios e vão em busca de seus sonhos.
Esses elementos fazem a diferença profissional, não adianta ter diploma de graduação se a pessoa não for capaz de desenvolver essas virtudes. Portanto, as empresas buscam profissionais capacitados que saibam liderar, trabalhar em equipe e que estejam motivados para alcançar objetivos.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Interacionismo simbólico: uma abordagem teórica de análise na saúde

Publicamos na Revista Enfermagem Brasil o artigo intitulado: Interacionismo simbólico - uma abordagem teórica de análise na saúde, v. 7, n. 4, julho/agosto, p. 232 - 237, 2008. Abaixo segue o resumo do trabalho e o que abordamos sobre o assunto.

O presente estudo tem o objetivo de discorrer sobre o interacionismo simbólico, vendo-o como um referencial teórico que trata da interação social das pessoas, seus sentimentos e atitudes, a partir dos significados interpretados. Nessa perspectiva, o interacionismo enfatiza o significado das coisas, que não seria facilmente interpretável utilizando apenas a análise quantitativa dos dados da pesquisa. Para tanto, busca enfocar os seguintes assuntos: concepções teóricas, aspectos fundamentais e conceitos básicos.

domingo, 16 de novembro de 2008

Finanças - princípios básicos

Deus deseja abençoar todos os seus filhos em qualquer área da vida, mas para termos uma situação financeira próspera faz-se necessário observar alguns princípios básicos:
1 - Saber que o nosso Deus é um Deus doador. Ele está no controle de todas as coisas que nos envolvem para cooperar com o nosso bem. Ele não retém nada para seus filhos.
2 - É a lei da semeadura. Precisamos entender que no reino de Deus é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado. Se semearmos amor colheremos os frutos desse amor. Somos hoje o que semeamos no passado e seremos amanhã o que semearmos hoje.
3 - É a lei do planejamento. Faça planos, estude, faça as escolhas certas para garantir um bom emprego. Planeje os gastos familiares e outras despesas. Não gaste mais do que seu orçamento permite. Procure controlar o impulso ou desejo de consumir. Cuidado com o cartão de crédito, ele foi inventado para facilitar a nossa vida e não para nos deixar preocupados com as contas a serem pagas.
4 - Confie em Deus. Ele pode fazer milagres em sua vida, mas não ponha Deus a prova e saia comprando compulsivamente dizendo Deus proverá. Ele não fará nada por quem age irresponsavelmente.
Lembre-se, Deus quer sempre o melhor para sua vida, mas age com prudência para ter uma vida financeira abençoada.

sábado, 15 de novembro de 2008

Cento e dezenove anos de República do Brasil

Comemora-se hoje a proclamação da República do Brasil, fato este acontecido em 15 de novembro de 1889. Esta data marca o fim da monarquia brasileira e o surgimento de um nova forma de governo, a República Federativa.  
A liderança desse movimento que mudou a história do Brasil foi do marechal Deodoro da Fonseca. Dizem os compêndios de história que ele entrou no Quartel-General do Exército, hoje Palácio Duque de Caxias, sede do Comando Militar do Leste, no Rio de Janeiro, montado num cavalo e declarou o fim da monarquia.
Esse movimento político foi resultado das conspirações de republicanos que culminaram com a derrubada da monarquia não havendo a participação direta do povo. Aliás, o povo brasileiro demorou muito tempo para tomar conhecimento do que havia acontecido, pois naquela época não havia as facilidades de comunicação que temos hoje.
Mas, o fato é que a República no Brasil sobreviveu a diversas lutas internas, revoluções, autoritarismo civil e militar, duas grandes guerras mundiais, recessão, depressão, crises políticas e econômicas.  Assim, de Deodoro a Lula temos muitas histórias de um Brasil República que segue seu caminho como país emergente em busca do desenvolvimento sustentável, mas sem deixar a democracia que é a marca de um povo que participa de sua história. 

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Sua posição em Cristo - parte III

Refletindo sobre a nossa posição em Cristo, vamos pensar sobre o terceiro elemento: Somos o templo de Deus - Temos a posição de filhos de Deus, assumimos a posição de novas criaturas e agora nos vemos na posição de templo. Ou seja, o templo é o lugar da habitação de Deus. Isso significa que Deus está morando em nosso coração. Ele está dentro de nós, exercendo o controle da nossa vida. Essa habitação do Espírito de Deus nos capacita ao exercício da adoração, do louvor e das boas obras.
Quando temos a convicção de que o Espírito Santo está em nós, não sentimos mais prazer em praticar atos que prejudiquem nosso corpo, como fumar, beber, drogar-se, prostituir-se e outras coisas que entristecem a Deus. O nosso prazer é viver na busca contínua de uma vida de santidade, porque Deus nos chamou para vivermos em santidade, separados dos prazeres que prejudicam nossa comunhão com Deus.
Assim, para sermos sal e luz precisamos tomar atitudes que façam a diferença e isso só será possível se o Espírito de Deus estiver em nós. Disse Jesus: sem mim nada podeis fazer, e mais, vocês farão as obras que faço e outras maiores, porque eu vou para o Pai, mas deixarei outro consolador (Espírito Santo).

Esse templo, que é nosso corpo, deve estar preparado para seguir o exemplo de Jesus Cristo e se colocar na posição de servo. Templo, habitação de Deus para a prática de boas obras em santidade preservando a vida como sal e resplandecendo como luz a serviço de Deus e do próximo.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Sua posição em Cristo - parte II

Dando continuidade a reflexão sobre a posição daqueles que estão em Cristo, passamos para a segunda característica:
2. Posição de nova criatura - aqueles que assumiram a posição de filhos de Deus se tornaram novas criaturas, porque receberam a justificação, através do sacrifício de Cristo na cruz e sua ressurreição. Todavia, essa justificação é uma ato de fé (Rm 3:22-24).
A partir daí, tem início o processo de regeneração, a vida é transformada pelo poder de Deus. As coisas da vida sem Cristo ficaram para trás e uma nova semente imperecível é plantada no coração do cristão (1Pe 1:23). Agora, ele adquiriu uma nova natureza e sua vontade é servir a Deus, conhecê-lo mais e adorá-lo na beleza da sua santidade.
Essa é a reconciliação de Deus para com o homem que assume sua posição diante de Cristo. De inimigos de Deus que fomos, agora reconciliados por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Isso é o amor de Deus derramado em nossos corações. É graça que transbordou, a fim de que pudéssemos alcançar uma posição de honra através de Cristo. Você já assumiu sua posição em Cristo? Continuaremos na próxima postagem

domingo, 9 de novembro de 2008

Sua posição em Cristo - parte I

O mundo cristão considera Jesus Cristo o Salvador do homem. Ele é a razão da nossa fé  e esperança. Então, se todos nós temos essa certeza, qual é a nossa posição em Cristo? A Bíblia nos ensina que quem está em Cristo é nova criatura, assim vamos meditar em três aspectos que caracterizam a nossa relação para com Cristo.
1. Somos filhos de Deus (Gl 3:26) - todos nós somos filhos de Deus através de Jesus Cristo, ou seja, quando aceitamos pela fé o sacrifício de Jesus e nos arrependemos da nossa vida de desobediência (pecado), confessando a Deus os nossos erros com sinceridade de coração, o Senhor perdoa e nos concede um novo coração e nos torna seus filhos por adoção (Ef 1:5). Mas isso, não é pelo nosso esforço e vontade própria, é a Graça de Deus revelada pelo seu grande amor por cada um de nós que crêem (ato de fé) em Jesus Cristo, então dando-nos o poder de sermos feitos seus filhos (Jo 1:12).
Essa atitude decisiva na vida do cristão é testemunhada pelo Espírito Santo que somos filhos de Deus (Rm 8:16).
O ditado popular que diz: todos somos filhos de Deus é uma grande mentira. Todos os seres humanos são produtos da criação divina, mas carecem de Deus para se tornarem filhos Dele.
A segunda parte continuaremos na próxima postagem. Não percam.

sábado, 8 de novembro de 2008

Vida transformada

Na Bíblia encontramos a história de um homem fascinante, seu nome era Jacó, que significa "aquele que segura pelo calcanhar", isso porque ele nasceu segurando o pé do irmão gêmeo Esaú.
Todavia, o que me impressiona não são os fatos históricos vividos por Jacó, mas a transformação do seu caráter enganador, trapaceiro, suplantador. Deus queria mudar a vida de Jacó profundamente, a partir do seu interior e enviou um anjo para lutar com Jacó. A luta foi intensa e durou quase toda a noite, mas Jacó prevaleceu e só deixou de lutar quando recebeu a bênção da transformação. 
Jacó, o velho homem morreu naquele instante e passou a ser chamado de Israel, o novo homem, um novo caráter e passou a viver na dependência de Deus.
Existem pessoas que estão como Jacó, fazem até promessas de fidelidade a Deus, mas negam com as suas ações. No entanto, Deus está sempre disposto a transformar vidas quando se arrependem e têm consciência dos seus erros que o distanciam da santidade divina. Deus não resiste a um coração arrependido, quebrantado e contrito. Deus perdoa, derrama seu amor na sua vida e o faz nascer de novo, transformando-o em uma nova criatura, o Israel do Senhor.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

A mudança chegou - vence Obama

Os Estados Unidos da América têm novo presidente, Barack Obama. O presidente eleito tomará posse em Janeiro de 2009 e terá grandes desafios pela frente. Um deles é resgatar a credibilidade da maior economia do mundo, promover a paz entre palestinos e israelenses e desenvolver uma política externa sem fazer guerra, mas a paz.
Obama é o primeiro presidente negro dos EUA. O seu partido, democrata, aproveitou-se da insatisfação do povo americano contra o atual governo e prometeram mudanças. Chegou a hora de mudar. Mudança foi a palavra chave que elegeu Barack Obama e gerou esperança no coração dos americanos de todas as classes sociais e inclusive das demais nações dos cinco continentes.
A tarefa do novo governo não será fácil. Ninguém deve ser ingénuo em acreditar que ele será o salvador do planeta. Barack para se eleger precisou se comprometer com muitas corporações e diversos interesses. Atender a todos será quase impossível, além disso, iniciará o governo pressionado por uma profunda crise econômica que está mergulhando muitos países numa recessão inevitável. 
O novo governo ainda receberá as consequências maldita de duas guerras promovidas pela insensatez de George Bush. Mas, um fato não podemos negar, a eleição de um candidato negro a Casa Branca dos EUA foi uma grande mudança de paradigmas que nos dá esperança e nos faz torcer para que ele consiga fazer um governo para todos os americanos e para o mundo.
Afirmou Obama: "O caminho à frente será longo. Nossa escalada será árdua. Podemos não chegar lá em um ano ou em um mandato, mas América nunca estive mais esperançoso do que nesta noite de que chegaremos lá". 

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Eleições nos Estados Unidos

O mundo está acompanhando com muita atenção as eleições nos Estados Unidos da América. Dois candidatos concorrem ao cargo mais importante do planeta: Barack Obama (partido Democrata) e John McCain (partido Republicano).
Nos chama atenção nessas eleições, o fato de que pela primeira vez, os Estados Unidos poderão eleger um negro a presidência da nação mais rica do mundo. Todos sabem do preconceito racial do povo americano, apesar de que essa atitude tem sido modificada ao  longo dos anos, mas a discriminação ainda existe. Mas, tenho dúvidas se Obama, sendo eleito, governará até o fim do seu mandato.
Outra questão que preocupa a todos nós é a situação econômica dos Estados Unidos. Qual dos dois candidatos está mais preparado para enfrentar a crise econômica mundial? Uma vez que a crise originou-se nos Estados Unidos e desencadeou um processo de desequilíbrio na economia mundial com perdas nas bolsas de valores, redução do crédito e do crescimento econômicos de muitos países. 
O resultado dessa eleição será o ponto decisivo quanto ao destino da economia e da política americana e dos demais países. Os Estados Unidos precisam resgatar a credibilidade mundial e a liderança política, sem fazer guerras, nem dominar nações gerando um sentimento anti-americano. O responsável por essa impopularidade dos americanos é o atual presidente George Bush, o maior fracasso político dos Estados Unidos.
Vamos torcer para que o povo americano escolha com convicção e sabedoria aquele que seja o melhor para os Estados Unidos e o mundo.   

domingo, 2 de novembro de 2008

Ande na presença de Deus

Viver na presença de Deus deve ser algo conquistado com muita perseverança. A Bíblia relata que vários personagens andaram na presença de Deus e foram uma bênção para muitas pessoas. Esse fato nos faz pensar que não podemos viver ou fazer qualquer coisa, sem a presença de Deus, sabe porque?
1 - A presença Deus na vida do cristão traz vitória: com Deus ao nosso lado a vitória é certa, mesmo diante das adversidades e das circunstâncias mostrando o contrário. Em Cristo, somos mais que vencedores.
2 - A presença de Deus nos fortalece: a alegria do Senhor é a nossa força. Lembre-se, o Senhor é a força da sua vida. É Ele que enche a nossa alma de motivação e nos dar ânimo e disposição para superarmos os desafios. Sem Ele, nada podemos fazer. Somos os ramos enxertados nessa árvore da vida, Jesus - a videira verdadeira.
3 - A presença de Deus nos faz descansar: isso acontece, porque temos a confiança que Deus está operando maravilhas em nossas vidas e que dependemos Dele que nos ajudará e pelejará por nós e que fará o impossível para realizar em nós a sua vontade. Se o mar estiver na sua frente, Ele pode abrir o mar para você passar. Se é uma montanha, Ele moverá montanhas com seu poder. Fique firme e tranquilo, descanse Nele. Deus está presente, Ele te ama, confia Nele e o mais Ele fará tudo por você. 
Portanto, ande na presença de Deus para ser bênção na vida de muitas pessoas e conquistar vitórias para Glória do Senhor.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Deus te ama!

Por que Deus tem tanto amor por nós? Como pode Deus me amar? De milhares e milhares de pessoas em todo o planeta, Ele olhou para você com amor. Na realidade, não há nada em mim e em você que nos faça chamar a atenção de Deus, mas podemos entender a medida do amor de Deus por nós pelo sacrifício de Jesus Cristo na cruz, que foi mais do que um ato político para os judeus, representa o cumprimento do plano de salvação para a humanidade. No calvário e na ressurreição de Cristo estava Deus reconciliando o homem consigo mesmo, ou seja, estava aberto o canal de comunicação entre o homem e Deus, estava restaurado o relacionamento entre o Divino e o humano.
O amor de Deus por nós aumenta ainda mais quando percebemos o quanto éramos imerecedores desse amor. Porque a nossa natureza humana rejeita e despreza a Deus, é por isso que muitos são ateus, agnósticos, materialistas. Mas, Deus prova o seu amor para conosco em Jesus Cristo (Rm 5:7-8). 
A raça humana merece a punição divina, pela sua corrupção, maldade, perversidade, egoísmo, arrogância, desvios sexuais, vícios e tantas outras coisas que não é bom mencionar. No entanto, apesar de toda iniquidade Deus amou o homem de tal maneira que nos enviou Jesus Cristo para se revelar ao homem e lhe entregar a salvação, ou seja, vida nova, transformada e abundante.
Isto torna a Graça ainda maior, porque somos piores que os animais.  Mas, a  riqueza da Graça nos alcançou. Deus ama a mim e a você com um amor cativante que teve um custo muito alto, algo que nós jamais poderemos pagar, por que somos indignos de conquistar o amor de Deus. Hoje, podemos elevar os olhos e contemplar pela fé o Deus que nos ama e cuida de nós e que sempre estará conosco. Aleluia!

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Crise econômica

O assunto do momento continua sendo a crise econômica mundial. Passadas as eleições no Brasil volta-se para essa realidade que está envolvendo a todos os brasileiros. Mas, até quando essa crise vai durar? Será que há exageros ou especulações com a tal crise?  Quem é o responsável ou os responsáveis por todo esse caos globalizado? 
A crise econômica teve origem nos Estados Unidos, o centro do capitalismo mundial e em cadeia atingiu todos os países. Parece-me que a atual crise é de maior proporções do que a crise de 1929. As informações circulam instantaneamente na rede de comunicação. É provável que muitos países entrem em recessão. Espera-se que com o resultado das eleições nos EUA, o carro chefe do mundo capitalista, assuma a liderança desse processo com credibilidade e segurança.
Não será uma tarefa fácil, vai ser preciso muito sacrifício, haverá um preço a ser pago pelos empresários, pelos governantes e pelo povo que precisa de emprego, salário, alimentação, saúde e segurança.   
Crise sempre existirá, mas é preciso fazer da crise uma oportunidade para novos desafios e criatividade. O importante é não perder a esperança e confiar que tudo neste mundo é passageiro.

domingo, 26 de outubro de 2008

Jesus Cristo, esse é o Nome

Esse breve mensagem está baseada em Ap. 3:7-12. O texto descreve quem é Jesus, de forma que vamos apontar algumas de suas características:
1. É Santo e Verdadeiro (v.7) - não há outro além Dele, o que há são muitos falsos cristos. Ele disse: sede santo, porque Eu sou santo (1Pe1:16). Ele é o verdadeiro Deus (1Jo5:20), ainda que alguns digam que não, mas as Escrituras Bíblicas afirmam que sim e ponto final, eu creio. Jesus é o verdadeiro Leão de Judá, o diabo também quer ser leão e até ruge como tal. Jesus é verdadeiro em suas Palavras, o diabo é mentiroso e pai da mentira.
2. Tem o poder de abrir e fechar. Todo o poder no céu e na terra pertencem ao Senhor. Ele tem a chave, ou seja, Ele reina, Ele está no controle de todas as coisas, nada foge do seu domínio.
3. Conhece todas as coisas (v.8) - conhece as nossas obras, conhece aqueles que guardam a sua Palavra e andam em temor ao seu nome. Não há nada oculto diante Dele, por isso que todos nós prestaremos conta de nossos atos a Deus.
4. Faz maravilhas - Só Jesus faz milagres e o impossível acontecer em nossas vidas. Ele abre as portas para nós, quando nossas forças são poucas(v.8). Ele humilha os nossos inimigos diante de nós (v.9) para a Glória do seu Nome e nos coloca como colunas (v.12).
Que Jesus Cristo viva em você como uma marca de propriedade exclusiva do Senhor.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A missão de Jesus

A obra que Jesus realizou entre nós revela que Ele tinha uma missão específica de resgatar o relacionamento do homem com Deus e de mostrar ao mundo que era o Emanuel, Deus conosco. Podemos apontar três dos seus principais objetivos para cumprir sua missão:
  1. Ensino - a metodologia pedagógica de Jesus é impressionante. Suas lições eram práticas e compreensivas para se obter uma vida melhor e de obediência a palavra de Deus. Seus ensinos causavam admiração, porque Ele ensinava com autoridade, simplicidade e cheio de ilustrações que encantava o povo que assistia aos seus ensinamentos.
  2. Anunciava as boas novas - Jesus é o Messias prometido pelos profetas para os Judeus, a fim de implantar o "Reino de Deus", mas os Judeus não entenderam a mensagem do evangelho, porque o Reino de Deus está no coração do homem para aqueles que aceitam a Jesus como Senhor de suas vidas, portanto, são libertos para uma nova vida.
  3. Cura dos enfermos - é interessante observar que Jesus curou todos os tipos de doenças: enfermidade emocional, enfermidade espiritual e enfermidade física. Jesus tem todo o poder!
Assim, podemos concluir que Jesus é a única esperança para toda a humanidade. Confiemos nele.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Você está feliz no que faz profissionalmente?

A escolha de uma profissão é um passo decisivo na vida da pessoa. Em nossos dias, jovens e adolescentes precisam fazer essa escolha quando se submetem ao vestibular. Mas, será que eles têm maturidade suficiente para fazer a escolha certa? Sempre que eu questiono meus alunos a cerca da escolha profissional é muito frequente ouvir a mesma resposta "não era a profissão dos meus sonhos".
A maioria deles conseguem concluir o curso e ingressam no mercado de trabalho. Então, surge o questionamento, será que eles estão realizados na profissão? A escolha profissional é um grande investimento que envolve recursos financeiros, materiais, tempo, renúncias, dedicação e muito esforço. Estudar quatro ou cinco anos numa universidade para depois concluir que não era aquilo que sonhava, é um grande desperdício de investimentos.
Essas pessoas se tornam profissionais, mas percebem que não são felizes com a escolha que fizeram. Mas, será que ainda há tempo de mudar de carreira? Tomar essa decisão é algo que precisa ser planejado estrategicamente para não obter resultados negativos ou nova decepção profissional. 
É preciso repensar as escolhas e procurar a motivação certa, alguma coisa que podemos fazer e que nos sintamos satisfeitos, uma vez que o trabalho deve representar mais do que ganho financeiro, mas sim, aumento da auto-estima, gratificação pessoal, reconhecimento e muitos outros ganhos diretos e indiretos que são capazes de tornar a vida mais prazerosa.
Portanto, o autoconhecimento é fundamental para quem deseja mudar os rumos da sua vida profissional. A pessoa deve ser capaz de identificar quais são seus reais objetivos e como fazer para alcançá-los. Para isso, é necessário planejamento, ter paciência, determinação e persistência.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A quem você adora?

Qual o verdadeiro sentido da adoração? A quem devemos adorar? Onde devemos adorar? Essas questões inquietam os corações das pessoas, assim como, aconteceu com a mulher samaritana que manteve um diálogo com Jesus no poço de Jacó (Jo 4: 6-26).
O homem tem necessidade de adoração, por que ele foi criado para ser um adorador. Por essa razão sempre procurou algo para adorar, desde os tempos primitivos, o homem adorava as divindades desconhecidas nos tempos da ignorância.
Todavia, nem todos os homem sabem o sentido da adoração, porque se trata de um ato de fé, amor e obediência a Deus que é o foco da adoração. Então, por causa de uma fé cega e da visão materialista, algumas pessoas adoram imagens que simbolizam uma divindade ou santo. Mas, Jesus nos ensinou que os verdadeiros adoradores o adorarão em Espírito e em Verdade. Ou seja, o Espírito é algo que não se vê com os olhos físicos, mas com os olhos da fé. Deus é invisível, em outras palavras, Deus é um ser espiritual. A Verdade é a palavra de Deus, o evangelho do arrependimento, da transformação e da salvação. Uma verdade que se recebe e aceita-se pela fé que se transforma em atitudes práticas, através do amor gerado por Deus, porque Deus é amor.
Portanto, se quisermos realmente adorar a Deus devemos enxergá-lo, através da compreensão correta de quem é Deus, digno de adoração e louvor. É preciso ver Deus pela fé e ter um encontro com Ele.

domingo, 19 de outubro de 2008

O homem está perdendo a capacidade de amar

Os brasileiros assistiram perplexos o caso do sequestro e cárcere de duas adolescentes no interior de São Paulo. Esse fato é mais um dos inúmeros casos de violência que são vítimas pessoas de qualquer faixa étaria.
O que leva um indivíduo a cometer um ato tão brutal, agressivo ou violento contra outra pessoa? Assassinatos, estrupos, drogas, assaltos, sequestros e tantos outros atos nocivos a sociedade estão constantemente nas páginas policiais dos jornais. O que está acontecendo com a humanidade? Será que estamos perdendo a capacidade de amar? Será que não há mais temor a Deus e a justiça dos homens?
A Bíblia nos ensina que nos últimos dias, o amor de muitos esfriará(Mt14:12). A principal característica do homem é a sua capacidade de amar, pensar e decidir. O amor é uma virtude exclusiva do homem, herança do seu criador, porque Deus é amor e nós fomos criados a sua imagem e semelhança. As demais espécies não possuem esse atributo.
Mas, como explicar todos esses fenômenos de violência? Será a falta de amor? Não podemos ser simplista para dar uma resposta ao problema, certamente que o desamor e a falta de temor são fatores que devem ser considerados. Todavia, outros fatores sociais e comportamentais devem ser considerados.
No entanto, consideramos que vivemos tempos difíceis e, provavelmente, coisas estúpidas e violência selvagem ainda veremos, tão somente por que a sociedade distanciou-se de Deus e se aproximou do materialismo, das facilidades e da impunidade. Onde está o amor? Onde está a fé?

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

A atitude de Zaqueu

No Evangelho segundo Lucas 19:1-10, há uma passagem extraordinária que trata de um publicano chamado Zaqueu. O que me chama a atenção nesse texto é o fato de que Zaqueu era um homem que tinha uma posição social relevante, era funcionário público do governo romano, no cargo de cobrador de imposto.
Era um homem rico, naturalmente, uma riqueza de origem duvidosa, mas ele tinha tudo que o homem natural precisa, dinheiro e posição social. No entanto, Zaqueu ouvira falar de Jesus e se empenhou pessoalmente para ter um encontro com Jesus. Na verdade, Zaqueu tinha tudo que precisava, todavia não tinha a salvação da sua alma. "O que adianta ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?" Disse Jesus.
Então, Zaqueu tomou uma atitude, ele precisava ver Jesus para ter sua vida transformada. Por ser de pequena estatura, ele fez algo que chamou a atenção de Jesus, subiu numa árvore enquanto Jesus passava no meio da multidão.
Para surpresa de Zaqueu, Jesus o chamou pelo seu nome, sem conhecê-lo pessoalmente, e se ofereceu para ser hóspede em sua casa. A Graça de Deus alcança o cobrador de impostos e Jesus o trata como filho. Estar com Jesus a cada dia é algo imprescindível, é uma questão vital, pois sem Ele nada podemos fazer, nada que tenha valor eterno.
Nesse fato bíblico, qual é a maior virtude de Zaqueu? Em primeiro lugar, desejou ver Jesus e aí tomou uma atitude. Subiu numa árvore, a fim de vencer seu maior obstáculo. Segundo lugar, desejou ser salvo e também tomou uma atitude, arrependeu-se e corrigiu seus erros.
Será que a sua situação é semelhante ao de Zaqueu? Talvez você esteja solitário interiormente, anda abatido e triste, não tem amigos de verdade, sente-se rejeitado pelas pessoas que lhe cerca e não se sente amado. Se é essa a sua situação, então, tome a atitude de Zaqueu: vá ao encontro de Jesus. Tenha o desejo ardente de encontrá-lo. 
Possivelmente, Zaqueu não tinha amigos, não tinha esperança, mas mesmo assim, ele fez a melhor coisa que poderia ter feito: ele desejou ver Jesus!
Precisamos ter a mesma atitude de Zaqueu, chamar a atenção de Deus para nossas vidas através das nossas atitudes de fé e conduta cristã. Precisamos de Deus para vivermos uma vida plena e vitoriosa.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Motivados para agir

A motivação é um impulso que nos faz avançar em busca de alcançar objetivos. A motivação é muito importante em qualquer área de atuação de nossa vida, seja pessoal, profissional ou espiritual. 
A motivação  nos dá motivos que nos leva a tomar atitudes em forma de ações. Logo, é um combustível vital para nossas realizações e conquistas diária que nos faz produzirmos mais e melhor. Além disso, o indivíduo motivado contagia as pessoas que estão em sua volta, envolvendo-as na realização de objetivos e alcance de metas colaborando para uma convivência agradável, especialmente, no ambiente de trabalho.
As corporações priorizam as pessoas motivadas, que têm iniciativa de querer fazer as coisas, que estão sempre dispostas a colaborar. No entanto, não basta ser motivado, também é preciso que as empresas invistam no processo de desenvolvimento humano criando um ambiente motivador. Mas, o primeiro passo é o planejamento, a fim de evitar o desperdício de investimentos. É de extrema importância planejar o desenvolvimento de ações motivacionais, porém não se pode desfocar o fator que motiva uma equipe. Nesse sentido, o administrador tem um grande desafio pela frente desenvolver estratégias que gerem motivação pessoal, profissional e até espiritual.
As três esferas de motivação faz parte do contexto individual e do grupo que precisam ser trabalhadas em pleno equilíbrio, porque envolvem plano de carreira, metas pessoais, projetos futuros como contribuição para o desenvolvimento do trabalho. 
Assim, para manter uma equipe motivada, coletiva e individualmente, é uma competência que faz a diferença no mundo corporativo. Quando se descobre as reais necessidades de motivação da equipe de funcionários para ter motivação no cumprimento de sua missão, então tem-se encontrado o equilíbrio entre a motivação pessoal, profissional e espiritual.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Homenagem ao Professor

Comemora-se nessa data o Dia do Professor. Eu não poderia deixar de fazer uma homenagem a minha categoria. O professor ou mestre é o profissional que se preparou para cumprir uma missão na qual foi vocacionado: ensinar, transmitir conhecimentos e experiências para a formação de seus alunos.
Na verdade, o professor é um compartilhador do seu maior patrimônio, o conhecimento. Ele não guarda só para si, mas tem prazer em dividí-lo com os outros. 
O professor deve exercer seu papel com abnegação, dedicar-se a sua vocação com amor, a fim de semear sementes que produzam frutos de reconhecimento e valorização pelos atos de amor e dedicação na arte de ensinar.
O que seria dos doutores, das autoridades, dos políticos e demais profissionais se não fosse em suas vidas o professor para lhes ensinar o que sabem, a fim de ocupar os cargos ou posições de destaque na sociedade. Todos devem seu sucesso aqueles que colaboraram direta ou indiretamente para isso, os professores.
Portanto, nesse dia, me sinto feliz pelo reconhecimento da profissão que abracei por vocação e ministério, ser professor, amigo, colega e aluno ao mesmo tempo, pois apesar do exercício do magistério, ainda sei que preciso aprender mais e mais, por que o conhecimento é uma fonte inesgotável para se buscar e ensinar.
Feliz dia do Professor! 

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Só Jesus é suficiente

No mundo não há um nome maior do que o nome de Jesus. Já se ouviu falar de grandes homens, mas ninguém fez o que Jesus realizou. Nunca houve e nem haverá alguém como Jesus. O nome que está acima de todo nome. Jesus é suficiente para suprir as nossas necessidades materiais e espirituais. Sem Jesus nada podemos fazer.
Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Só chegaremos diante de Deus, através Dele. Se estivermos cansados e sobrecarregados, Jesus oferece descanso, porque Ele é manso e humilde de coração. Jesus é a porta que conduz a vida eterna. Jesus é o bom pastor, os outros são humanos e pecadores. Se estivermos em aflições, devemos ter bom ânimo, porque Ele está conosco até a consumação dos séculos.
Jesus é a luz do mundo e o pão da vida. Jesus levou sobre si as nossas enfermidades. Jesus é o mesmo, porque é eterno e imutável.  Seu poder não mudou, seu amor também não. Ele é o que é para todo o sempre. E apesar de tudo que Ele é, da sua Glória e Majestade, o Todo-Poderoso olhou para você e te amou, do jeito que você é. Jesus, o suficiente para nossas vidas. 

domingo, 5 de outubro de 2008

Servo vigilante

No livro de Lucas cap. 12 versículos de 35 a 40 há duas recomendações feitas neste texto: estar pronto e vigilante. O que Jesus queria enfatizar quando mencionou essa parábola? Podemos destacar dois aspectos:
  1. Estejam preparados para servir - devemos estar dispostos para o ministério do servir. Mas, servir a quem? a Deus, em primeiro lugar e ao próximo, ou seja, as pessoas que  nos rodeiam. Esse serviço deve implica estar vestido com a armadura de Deus, qual seja, a verdade, a justiça, no conhecimento do evangelho e na fé. É importante lembrar que o Espírito Santo que habita em nós, é a verdade e a nossa justiça.
  2. Ser vigilante - " conservem acesas as vossas candeias" - somos luz, portanto, devemos brilhar, ou seja, devemos refletir a luz de Cristo diante dos homens, através do nosso testemunho de vida cristã. Para isso, é preciso estar cheio do Espírito Santo simbolizado na Bíblia como azeite e fogo. Como azeite Ele é símbolo de unção, que significa, capacitar, separar e tomar posse. A unção faz a diferença na vida cristão. O fogo representa a purificação, a limpeza e o aquecimento.  No caso da candeia, ela funcionava com azeite e produzia luz que servia para iluminar o caminho na hora do cortejo nupcial. 
Portanto, precisamos ser candeia, ou seja, luz que recebe fogo do Espírito Santo para arder em nós continuamente e nunca apagar em nossas vidas. 

sábado, 4 de outubro de 2008

É preciso ter fé

Certa vez alguém disse que fé é somente crer que Deus fará o que Ele diz na sua Palavra que fará. Ou seja, se você tem promessa de Deus, tenha fé que ela vai se cumprir em sua vida. Mas, é bom ter a consciência de que a fé exige algumas atitudes que precisamos tomar para materializá-la. É isso que veremos a seguir:
Fé requer esforço - é preciso se esforçar, lutar com determinação em busca do seu sonho, porque, o que depende de você Deus não fará nada para lhe ajudar. Se o seu sonho é ser aprovado no vestibular de medicina, então vai ser necessário muito esforço na forma de tempo estudando. Esteja certo se não estudar muito Deus não vai revelar a bizurada da prova para você conquistar seu sonho. Portanto, esforça-te.
Fé requer determinação - não desista de seus sonhos, não desista de lutar. Seja determinado em seu coração e prossiga para o alvo desejado. Se não fosse a determinação daquela mulher do fluxo de sangue que encarou a multidão para tocar as vestes de Jesus e ser curada, ela teria morrido por causa da hemorragia. Mas, ela foi determinada, ela afirmou em seu coração o propósito de que se ao menos tocasse as vestes de Jesus ficaria curada. Deus honrou a fé determinada daquela mulher e lhe concedeu a cura.
Fé requer coragem - para enfrentar desafios é preciso ter coragem, os covardes não conseguem ir muito longe, porque são medrosos, fracos e medíocres. Deus valoriza os corajosos e os valentes. Foi assim que o anjo saudou a Gedeão, varão valoroso, ou seja, varão corajoso, destemido, esforçado, o Senhor é contigo.
Fé requer perseverança - insista em buscar seus sonhos, se você tem convicção que estão nos planos de Deus para sua vida, não desista, persevere em lutar e buscar a sua realização. Se o cego Bartimeu tivesse calado a boca na hora que Jesus estava passando, ele perderia sua benção. Mas, ele clamou, Jesus, filho de Davi tem misericórdia de mim! As pessoas a sua volta mandaram que calasse, mas ele perseverou e continuou clamando. Meu irmão, persevere. Deus vai ouvir o teu clamor.
Portanto, é preciso ter fé para que o milagre aconteça, mas também é preciso tomarmos uma atitude de fé. Assim disse Jesus: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crer (Mc 9:23).

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Eleições 2008, qual é sua escolha?

Estamos na reta final da campanha eleitoral para escolha dos prefeitos e vereadores dos municípios de todo Brasil. O último debate entre os candidatos a prefeito da cidade de João Pessoa ocorreu ontem 02/10 pela TV Cabo Branco.
Podemos observar que o nível do debate foi fraco, poucas propostas coerentes e consistentes foram apresentadas pelos candidatos. No entanto, as acusações, troca de farpas entre os candidatos nos chamou a atenção. 
As pesquisas promovidas por um instituto de pesquisa vem ratificar a liderança da atual administração que, na verdade,  me parece o mais preparado para conduzir os destinos da cidade para os próximos quatro anos. Todavia, alguns candidatos demonstraram ter condições de, aparentemente, fazer um trabalho interessante, mas pela falta de experiência na gestão pública nos deixa propenso a rejeitá-los.
No dia 05, os pessoenses escolherão seus candidatos num exercício de cidadania e democracia. Espero que todos tenham consciência política e votem naqueles que realmente tem condições de trabalhar pela nossa cidade, com honestidade e competência.  

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Você líder ou chefe?

Você pode diferenciar chefia de liderança? Você é líder ou chefe? As duas funções parecem a mesma coisa, mas só parecem, no entanto, elas têm significado diferentes. O chefe, em geral, se caracteriza por ser centralizador e coercitivo, ou seja, usa o poder para alcançar seus objetivos. Por outro lado, o líder apresenta uma atitude de servidor e age com uma autoridade espontânea, influenciando positivamente os liderados.
A maior preocupação do líder é conduzir as pessoas no alcance dos objetivos organizacionais e proporcionar significado ao trabalho, fazendo com que as pessoas saibam o que estão fazendo e defendam aquilo que fazem. 
Liderança é uma postura muito importante para o profissional que exige competência para atuar em organizações públicas ou privadas de qualquer tamanho. Acredita-se que o futuro das corporações está nas mãos de quem tem qualificação técnica e postura de líder.
O chefe nem sempre apresenta um comportamento de líder. Sabe-se que no ambiente organizacional e na vida social o relacionamento é fundamental. Logo, algumas atitudes podem diferenciar o líder do chefe, por exemplo: ter capacidade de agir com paciência, humildade, respeito, generosidade, honestidade e confiança.
Evidentemente que, além da empatia, o líder procura entender o funcionário. Ele procura envolver os funcionários na busca de seus objetivos. Assim, para se tornar um líder é preciso envolvimento, serviço, participação nas decisões, dar liberdade para críticas, eliminar as disputas e criar um relacionamento de confiança, a fim de contribuir para o alcance da excelência.